Totalmente reformado, Casarão Olhos D'Água abrigará a Casa da Cultura de Feira de Santana » História » Notícias » Infocultural

Totalmente reformado, Casarão Olhos D'Água abrigará a Casa da Cultura de Feira de Santana

História - 18/12/2019
Totalmente reformado, Casarão Olhos D'Água abrigará a Casa da Cultura de Feira de Santana Foto: Eduardo Marques

O Casarão Olhos D’Água, que por um determinado período esteve desativado, será a sede da Casa da Cultura de Feira de Santana, onde também funcionará um Memorial à Maria Quitéria, uma das personagens da história feirense.

As obras de reparo e manutenção foram concluídas recentemente pelo Governo do prefeito Colbert Martins Filho. A data para inauguração será definina em breve. 

O equipamento, que a partir de agora será administrado pela Fundação Municipal Egberto Costa, autarquia da Prefeitura, abrigará também as academias literárias, artísticas e científicas de Feira de Santana. São elas: a Academia de Letras; Academia de Letras e Artes; Academia de Letras Jurídicas; Academia de Educação; Academia Baiana de Medicina; e o Instituto Histórico Geográfico.

Em breve visita ao local, o presidente da Fundação Egberto Costa, Antônio Carlos Daltro Coelho, acompanhado pelos dirigentes das academias, vistoriaram as novas instalações do imóvel e tiveram a oportunidade de verificar cada uma das salas para planejar os próximos passos da formação do equipamento, até a inauguração.

Coelho elogiou a importante iniciativa do prefeito em recuperar o equipamento para que seja fundada a Casa da Cultura, momento histórico para o município e que irá disponibilizar diversas atividades acadêmicas.

“É um grande passo que o governo municipal dá em favor da cultura. Ali será um pólo cultural, que irá reunir a sociedade cultural através de eventos, palestras e reuniões. Sem dúvida alguma, é de suma importância para a vida cultural de Feira de Santana o Casarão reconstruído”, afirmou.

A presidente da Academia de Letras, a professora Lélia Vitor Fernandes, disse que a Casa da Cultura representa a concretização de um sonho. “A construção deste espaço é um projeto dos membros das Academias. Somos extremamente gratos ao prefeito e ao presidente, que foi sensível aos nossos pedidos e nos cedeu este espaço. Este incentivo é uma atitude louvável e terá repercussão não só em Feira de Santana, mas também em outras cidades”, acredita.

O presidente da Academia de Educação, Josué Melo, falou sobre a utilização do Casarão, um equipamento que estava desativado e que agora será reaberto com a finalidade de fomentar a cultura para beneficiar a região. “No local funcionará um grande Centro Cultural, reunindo todas as Academias, e dando ao equipamento uma utilização acadêmica através da Biblioteca e também do Memorial à Maria Quitéria, que funcionarão neste local”, explica.

Já o presidente da Academia de Ciências e Artes e da Academia de Letras Jurídicas, professor Djalma Gomes, observa que as entidades terão como intuito dar assistência a alunos e professores das escolas da região, através de atividades voltadas à educação. 

“Iremos nos predispor a orientar, dar assistência, visitar escolas, oferecer palestras sobre ciências, ecologia, clima, meio ambiente. Tudo isso para conscientizar o público, de crianças à adultos. E a Academia de Letras Jurídicas dará formação aos estudantes para que conheçam o que é Jurídico, como as obras de Ruy Barbosa”, destacou o professor Djalma.

Secom/PMFS
© Todos os direitos reservados. 2014.
Email: infocultural@infocultural.com.br
Painel Administrativo