O primeiro homem da Terra » Sandro Penelú - Caneta Afiada » Infocultural
Sandro Penelú

O primeiro homem da Terra

06/12/2017

A religião tradicional prega que Adão e Eva teriam sido os primeiros homens da Criação Divina e, por conseguinte, os primeiros a habitarem o planeta Terra. Esta pregação teria sido retirada da própria Bíblia. Mas, será que no Livro Sagrado está mesmo escrito assim ou tudo não passa de mais uma errônea interpretação?
 Vejamos o Gênesis, cap. IV:
 “Adão teve então relações com Eva e ela deu à luz Caim, mais tarde deu à luz Abel”.
 Até aí, temos quatro pessoas na Terra: Caim, Abel, Eva e Adão. Caim matou Abel por inveja, já que este era mais sensível e Deus o olhava com bons olhos. Ficaram agora três pessoas: Caim, Eva e Adão.
 Observem o que Deus disse a Caim quando vira que este matara o seu irmão Abel, o mais querido por Deus:
“Agora, maldito és. Tornar-te-ás errante e fugitivo pelo mundo”.
Caim então lhe respondeu:
 “Minha punição pelo erro é grande demais. Tenho de tornar-me errante e fugitivo pela Terra e é certo que o primeiro que me achar me matará”.
 E Deus então fez um sinal na testa de Caim, a fim de que não fosse golpeado por aquele que o achasse.
 Mais tarde, Caim conheceu sua mulher (que, pela lógica do que está textualmente na Bíblia, só poderia ser sua própria irmã) e esta pariu Enoch, construindo depois uma cidade que a chamou de Enoquia, em homenagem ao filho.
 Ora, quando Caim saiu do Éden, somente havia na terra três pessoas: seu pai, sua mãe e ele próprio. Entretanto, Caim encontrou uma mulher, uniu-se a ela, gerando um filho. O texto diz “ele estava construindo uma cidade, o que indica uma ação no presente, ou seja, não se passou um tempo suficiente para que Adão e Eva tivessem mais um filho (uma menina) e esta crescesse pelo menos até a adolescência e ainda por cima encontrasse em seu caminho justamente aquele que assassinara o seu irmão, perdoando-lhe o crime e, como se não bastasse, tendo um filho dele... Convenhamos, é duro de ser explicado de forma convincente. Além do mais, quando se fala em cidade, logo nos vem à mente a imagem de muitas pessoas. A não ser que queiramos acreditar que Caim estava construindo uma cidade para si próprio, seu filho e sua esposa. Nem o mais exótico dos homens faria isso. E outra coisa: quem poderia Caim temer anteriormente que o matasse e que utilidade teria o sinal que Deus pôs em sua testa para protegê-lo, já que, além de seus pais, só havia ele no mundo?
 Pois bem. De acordo com o que está na própria Bíblia, a região já estava povoada e as pessoas que lá estavam poderiam ser tudo, menos descendentes de Adão.

Sandro Penelú